Vania Abreu

Dona de uma bela voz e de um repertório contemporâneo e consolidado que passa por músicas de Arnaldo Antunes, Chico César, Zeca Baleiro, Lucas Santana, Assis Valente, Ednardo, Rita Lee, Carlos Careqa, Marcelo Quintanilha, Tenison Del Rey e muito mais autores, Vania mistura brasilidade com elegância, dando toques de requinte ao mais popular e simplificando o mais erudito.

 

Em seu primeiro CD intitulado “Vania Abreu”, pela Warner/Continental, o que se ouve é um perfil da novíssima MPB; um som mais pop que revela no disco junto à sua voz, também os novos compositores brasileiros. A faixa “Meu sonho não”, é tema do filme “Fica Comigo” de Tzuka Yamazaki.

 

“Prá mim”, seu segundo CD, tem as assinaturas de Guto Graça Mello na produção; Paulo Dáfilin, na direção musical; e Dori Caymmi,  no arranjo de cordas, tendo sua quarta faixa, “Ser igual é legal” incluída na trilha sonora da novela “Anjo Mau” da Rede Globo.

 

Vania Abreu sabe da importância de construir um repertório próprio, inédito. Assim foi, afirmando ao longo de sua discografia, sua identidade e seguiu afirmando-se com,  "Seio Da Bahia" (1999, produzido por Paulo Dáfilin), "Eu Sou A Multidão" (2003, produção do mesmo Paulo Dáfilin) “Misteriosa Dona Esperança (2007, produzido por Serginho Rezende), “Flor da Bahia” (2009, Produção de Paulo Dáfilin), “Antes de Hoje ao Vivo” (2017, produzido por Xinho Rodrigues e Vania Abreu). Há mais quatro singles a contar em sua discografia, “Dó de mim” lançado em 2009; “ Eu e Meu Amor” lançado em 2017; “Meu Sotaque” em 2018 e o single comemorativo com nova versão da canção “Seio da Bahia”, pela comemoração de 20 anos do lançamento álbum homônimo. 

 

Da discografia, destacamos ainda, o lançamento do álbum  “Pierrot e Colombina”  no ano de 2006, produzido por Maurício Tagliari,  um projeto especial de Vania Abreu (seu 5º Cd de Carreira) e do cantor e compositor Marcelo Quintanilha, que é um 'conto de carnaval'. Um disco para entrar para os clássicos da música brasileira.

 

A qualidade de seus projetos e espetáculos; o encanto de sua voz e a beleza de sua música têm formado um público cativo, o respeito da crítica e a parceria com músicos consagrados.

 

Dentre os muitos projetos artísticos que participou, vale lembrar: “A gema do novo”, CD lançado em 1996, pela Rádio Musical FM que reúne os novos destaques musicais da MPB; “O que é que a Bahia também tem”, projeto que proporcionou uma visão mais ampla da arte baiana, mesclando música e artes plásticas; “Diplomacia, a música de Batatinha”, com D. Ivone Lara, Roque Ferreira e Riachão; “Especial Eduardo Gudim”, gravado pela TV Cultura junto aos maiores nomes da nossa música: Paulinho da Viola, Zélia Duncan, Elton Medeiros e Carrasqueira, dentre outros e em 2012, participa do CD e show de Lançamento chamado, “Ladeira da Memória”, um projeto de Carlos Careqa, ao lado de Chico Buarque de Holanda, Toninho Ferragutti, Celine Imbert, Marcelo Preto e Bruna Caram.  Vania já cantou com Maria Bethânia, Alcione, João Bosco, Baby Consuelo, Antônio Carlos e Jocafi, Fafá de Belém, Gerônimo, dentre muitos artistas da cena contemporânea e consagrada da música brasileira.

 

No ano de 2012, assumiu a direção artística do selo musical paulista Comando S Discos e iniciou o trabalho de resgaste e arquivamento da obra autoral e da produção do CD do sambista Riachão, intitulado Mundão de Ouro, que teve 2 (duas) indicações no Prêmio da Música Brasileira 2013, na categoria samba, como melhor álbum e melhor cantor. O show de lançamento do CD dirigido por Vania, esteve também entre os melhores do ano pela crítica de São Paulo.  Em 2015 – Produz  pelo selo Friends Music Group, ao lado do maestro R. Petreca, o álbum intitulado Lázaro, do cantor baiano Jauperi que figurou na lista dos melhores discos de 2015 na América Latina, pelo conceituado site zachary-jones.com.

 

Em 2017, lança-se como escritora  com o livro infanto-juvenil “Eu e meu lugar" sobre o sambista Riachão para o Projeto – “Eu Vim da Bahia” da Editora Caramurê. O livro já está na 2ª edição, em 2020.

 

Possui em seu currículo de cantora, diversas participações em trilhas sonoras para cinema, teatro e televisão (novelas) e mais de 23 participações como convidada em álbuns de outros artistas.

 

Todos estes momentos, confirmam a presença de uma intérprete com repertório inédito, que se tornou presença permanente em rádios, desde 1997. Uma cantora baiana, com carreira na MPB urbana, brasileira, sem ser folclórica mas com sotaque, se fez singular com estilo próprio na música.

fale comigo

div-preto.png
Contato Produção Vania Abreu

11 96301 0065

contato@vaniaabreu.com.br
Assessoria de Imprensa
Adriana Balsanelli

+ 55 11 99245 4138

adriana@ vaniaabreu.com.br